Quem Somos

Sobre Migraflix

O Migraflix é uma organização não-governamental sem fins lucrativos criada em 2015 com o objetivo de integrar refugiados e imigrantes social e economicamente. 

Apostamos no conhecimento dessas pessoas e as ajudamos a colocar em prática projetos que geram renda, a fim de lhes possibilitar uma vida mais digna e autônoma em nosso país. Ao mesmo tempo, enriquecemos a cultura local com as peculiaridades e experiências que refugiados e imigrantes trazem de seus países de origem.

 

Atuamos em duas frentes:

          

  • Atividades de empreendedorismo que geram renda a partir da troca da cultura imigrante com brasileiros em workshops de culinária, música, arte e dança, serviços de catering e palestras motivacionais.

  • Capacitação e inovação com projetos de alto impacto em parceria com Acnur e o setor privado como o Creatathon (em parceria com Google e Sebrae), Meu Amigo Refugiado (em parceria com NBS) e Global Minds (em parceria com LinkedIn e Parr). 

 

 

Atualmente o Migraflix empodera mais de 800 refugiados e imigrantes de 30 países que moram em São Paulo, Boa Vista, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília. Desde sua criação, o Migraflix já alcançou mais de 150 mil brasileiros com suas atividades.

 

Em setembro de 2016 recebemos o prêmio Global Business and Interfaith Peace Award, da Fundação americana Religious Freedom & Business Foundation e do Pacto Global Nações Unidas, pelo trabalho desenvolvido em prol do diálogo intercultural e interreligioso. 

Missão e valores

Nossa Missão:

  • Empoderamento social e econômico;

  • Combate ao preconceito;

  • Integração com a sociedade local;

  • Valorização das histórias das pessoas e das suas culturas;

  • Enriquecimento da cultura brasileira;

 

Nossos valores:

  • respeitar a história de cada refugiado, sem preconceito de cor, raça, credo, nacionalidade ou gênero, promovendo oportunidades para que adquiram independência e uma nova oportunidade em nosso país;

  • trabalhamos para que a sociedade brasileira compartilhe dos mesmos valores, quebrando barreiras em relação à situação do refúgio.

Palestra sobre Migraflix no Tedx São Paulo

Conheça nosso time

Meu nome é Jonathan Berezovsky e sou argentino. Sempre me identifiquei com os imigrantes. Fui imigrante em três países e vim de uma família de imigrantes da Itália, Polônia e Rússia. Ao longo dos anos, conversando com grupos de imigrantes, entendi que todos procuramos nos integrar na sociedade e aportar o que trazemos de nossos países, mas às vezes falta oportunidade para que isto aconteça. Por causa disso, no Migraflix estamos tentando criar essas oportunidades. Sou fundador e diretor executivo do projeto.

Jonathan Berezovsky

Apaixonada por mudanças sociais, Camila trabalha com favelas e áreas marginalizadas desde jovem, desenvolvendo diversos projetos de desenvolvimento local. Formou-se em Direito com estudos focados em Direitos Humanos e mestrado em “Acesso à Justiça para mulheres em situação de pobreza”. Como empreendedora social, tem experiência na direção de organizações sociais relevantes neste ecossistema, tendo liderado a rede global do CDI, organização internacional com mais de 20 anos de experiência na área de tecnologia para população de baixa renda, e presença em 7 países. Como Vice-Diretora da Migraflix, atua principalmente com estratégia e parcerias. Em 2019 assumiu um mandado na United Nations Major Group For Children and Youth, organização com mandato da Assembleia Geral das Nações Unidas, criada para apoiar na implementação da Agenda 2030, justamente como ponto focal para migração e desenvolvimento. Além de idealizar projetos de gamificação e educação (Parte do Board de Diretores da LiveLab, por dois ciclos de 2 anos), têm experiência atuando como ativista dos direitos das mulheres (incluindo junto ao Comitê CEDAW / Nações Unidas). Foi indicada pela Aliança das Civilizações das Nações Unidas como uma das “150 vozes da juventude do amanhã”. Fellow da BMW Foundation Herbert Quandt.

Camila Batista

Me chamo Arthur, mas pode me chamar de tutu se quiser, sou engenheiro mecânico por formação e te contarei um pouco sobre essa escolha mais adiante, pois agora gostaria de falar quem sou eu fora dos contextos profissionais. Me considero uma pessoa “nerd” francamente, gosto de jogar vídeo game e diversos outros jogos de tabuleiro, adoro ler, e praticar esporte ao ar livre, principalmente futebol. Também tenho uma paixão enorme por música o que me levou a aprender a tocar violão e a lugares incríveis. 

Arthur Lucena

Mestranda em Resolução de Conflitos e Mediação e com experiência de mais de 12 anos em gestão de projetos de tecnologia voltado principalmente para a área de recursos humanos, sempre tive em mente que poderia aplicar todo meu conhecimento na área de tecnologia e de recursos humanos para atuar com migrantes. Galguei minha trajetória toda passando por cada estágio dos processos de implementação de projetos, até me sentir apta e preparada para assumir a área de Gestão.
Como gestora, trabalho com a motivação do time e união da equipe de forma que construo com cada um o sentimento de responsabilidade e propriedade do projeto.

Daniela Langkammer

Me chamo Diogo, tenho 25 anos e moro na Zona Leste de São Paulo com meus pais e meu irmão. Sou apaixonado por cultura e entretenimento e, antes mesmo de começar a estudar jornalismo, já seguia a “linha blogueiro” escrevendo dicas e críticas sobre os shows e espetáculos que via. Formado em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo, atuo há mais de 3 anos diretamente na área de marketing e conteúdo. Entre meus trabalhos estão produção de textos, notas, entrevistas, reportagens e coberturas para sites, revistas e canais do YouTube; monitoramento e gerenciamento de redes sociais; e criação de campanhas online no Facebook e Google Ads. 

Diogo Domingos

Meu nome é Giulia Ferrazzano e sou cientista social e pedagoga. Envolvida em movimentos sociais pelo direito ao pão, à terra e ao trabalho, acredito que a união por um bem comum é um poderoso meio de transformarmos a sociedade, deixando-a mais igualitária e justa. E é isto o que me move!

Giulia Ferrazzano

Publicitário, trabalha há oito anos com branded content, como diretor de arte para publicações impressas e digitais de marcas como Abeso, Eno Cultura, Tok&Stok, Mitsubishi e mmartan. Desenvolveu o projeto gráfico e dirigiu a arte das revistas Wine e Bebo Melhor, respectivamente as publicações sobre vinhos e cervejas da W2W, que detém o maior e-commerce de vinhos da América Latina.

Guilherme Freitas

João é tutor de empreendedorismo na Migraflix, onde conduz e auxilia os empreendedores no desenvolvimento de seus negócios, através de metodologias voltadas para gestão de negócios, incluindo também a assistência em grupos de estudos sobre empreendedorismo, que ajudam os empreendedores a se desenvolverem como gestores de seus próprios negócios.

Já atuou em diversos tipos de empreendimentos voltados para alimentação, assim como projetos de consultorias para a mesma área. João já ajudou empresas a estruturarem setores, processos e formatos de gestão por onde passou.  Atualmente, ele ajuda os migrantes que procuram a Migraflix a estruturarem suas ideias de negócios, buscando sempre entender a realidade de cada empreendedor e de acordo com o porte e projeto do negócio.

Amante de gastronomia e de novos aprendizados, por isso sempre está buscando novos conhecimentos, com o intuito de transmiti-los sempre que possível. No momento, João é estudante de Gestão de Negócios e Inovação na Fatec Sebrae.

João Doro

Administradora com especializações em gestão de pessoas e gestão educacional. Atua como professora universitária e consultora de RH. Fundadora da Kinah Desenvolvimento Profissional, que é uma consultoria de impacto social, focada em profissionais dos territórios periféricos.Idealizou e conduz o podcast "Vozes Femininas". Militante das causas sociais e raciais.

Katiana Normandia

Meu nome é Juliana Amato e sou brasileira, Investigo diferentes assuntos e há tempos me interesso pela onda crescente de imigrações no mundo. Além de ser um problema que tende a aumentar, estamos falando de pessoas que, em sua maioria, não têm com quem contar. Acredito que o compromisso social com imigrantes e refugiados nos ajuda a entender as causas da injustiça e a combater os efeitos nocivos do preconceito. Por outro lado, o contato com outras culturas nos faz aprender constantemente e nos permite doar e receber amor de outros seres humanos.

Juliana Amato

Meu objetivo é prestar serviços para marcas, pessoas e organizações que agreguem valor para o mundo. Sou apaixonada pela comunicação, relações públicas, marketing digital, branding, neurociência, tecnologia, coaching e tudo o que faz expandir a consciência.

Tenho habilidades para pesquisar, analisar e criar soluções. Consigo aprender coisas complexas e ensiná-las de forma simples e prática, graças a meu dom da empatia e ser autodidata. Amo as artes, as culturas, o teatro, os museus, a música. Sou fá da música EDM, nos gêneros trance, psyco-trance, deep house.

Expresso mi lado artístico por meio da dança, do canto, e escrevendo. Sou dançarina de música oriental (dança do ventre), tango argentino, ritmos latinos e é claro edm. Gosto de tantra, literatura erótica, pintar mandalas, meditar e ler o tarot.

Mia Bacci

Láisa Freitas é formada em Cinema e Audiovisual (Ufes) e especialista em projetos sociais (UNIFAI).  Atualmente é tutora de relacionamento em empregabilidade na Migraflix. Apaixonada pelo desenvolvimento humano, atua profissionalmente em projetos sociais, educativos e artísticos desde 2015. Pertenceu ao NEAB (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Ufes) e ao Cineclube Teresa de Benguela e trabalhou com o desenvolvimento de jovens lideranças no projeto Jornada X da ONG Livelab. Também é artista audiovisual e documentarista.

Láisa Freitas

Meu nome é Maria Paula Meira, sou brasileira e formada em relações internacionais.  
A primeira vez que tive contato com a questão do refúgio foi aos 15 anos, quando li a respeito em uma revista e fiquei interessada pelo tema. Na faculdade, passei a buscar instituições que abraçassem esta causa e, num certo momento, conheci – e me encantei – pelo Migraflix (onde hoje atuo como diretora de operações). Acredito que todos nós precisamos de oportunidades e o que valorizo aqui são, justamente, àquelas dadas aos integrantes da rede para que obtenham renda por meio de trabalhos que valorizem as suas culturas.

Maria Paula Meira

Meu nome é Vinícius Cruz Campos e sou brasileiro natural de Aracaju, Sergipe. Tenho mestrado em Migrações e Relações Interculturais e desde 2011 estou envolvido com a causa migrante. Ao longo dos anos, fui imigrante em diversos países, como Hungria, Alemanha, Noruega e Costa Rica. Nesses lugares, sempre busquei trabalhar em projetos ao redor do mundo voltados à integração local e ao empoderamento da população migrante. Sou assistente de projetos do Migraflix.

Vinicius Cruz Campos

Meu nome é Santiago Tamagno, sou argentino mas meus pais e avós são imigrantes da Itália, Peru e Alemanha. Eu acredito que um passaporte não faz com que alguém seja mais o menos membro de uma comunidade; o importante é a cultura, tradições e valores que transmitimos o que nos integra com o resto da humanidade. Migraflix nasceu com esse espirito: gerar um espaço onde as pessoas possam compartilhar sua cultura e tradições permitindo valorizar a diversidade. Colaboro com a planificação estratégica de Migraflix. 

Santiago Tamagno

logo_migraflix branco png.png

Endereço:  R. Butantã, 194 - Pinheiros, São Paulo - SP, 05424-000
CNPJ: 27.884.109/0001-95
E-mail: support@migraflix.com 

 

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Copyrights 2015-2020 © Todos os direitos reservados